Mestrado na Unicamp: com dicas, orientações e muito mais!

Cursar um Mestrado na Unicamp – Universidade Estadual de Campinas é o sonho de várias pessoas. Afinal, a faculdade está sempre na lista das melhores do país e do mundo, com vários cursos em destaque.

Mas, para transformar esse sonho em realidade é preciso muita dedicação, já que a maioria dos programas são bem concorridos. Por isso, nós separamos várias dicas e informações importantes que vão lhe ajudar a se preparar para as provas e entrevistas. Confira.

Por que fazer um Mestrado na Unicamp?

Mestrado na Unicamp

Mestrado na Unicamp | crédito: unicamp.br

A Unicamp é uma das universidades mais bem conceituadas do país e responsável por 8% da pesquisa acadêmica no Brasil e 12% das pós-graduações nacional, mantendo a liderança entre as universidades brasileiras no que diz respeito à número de artigos e patentes per capita publicados anualmente nas principais revistas científicas do mundo.

Localizada no estado de São Paulo, a universidade é formada por 3 campi: em Campinas, Piracicaba e Limeira e conta com 24 unidades de ensino e pesquisa.

Além de tudo isso, a Unicamp está sempre disputando com a USP entre as melhores universidades brasileiras e latino-americanas em listas específicas de educação. Uma das mais importantes é o ranking da Times Higher Education, em que as duas brigam pelo topo das melhores da América Latina.

De acordo com o MEC, a Unicamp também merece destaque já que é a universidade brasileira com os cursos mais bem avaliados do país.

Outro ponto favorável, é a constante busca por cooperação com outras entidades de ensino internacionais, o que favorece os estudantes de mestrado e doutorado conseguirem bolsas de estudo em outros países, expandindo seus conhecimentos.

Quais os melhores cursos de Mestrado na Unicamp?

Como dissemos, a Unicamp continuamente está na lista das melhores universidades do país. E com os cursos de mestrado isso não é diferente. Quem faz a classificação dos programas de pós-graduação é a Capes, que oferece notas de 1 a 7.

Os programas de mestrado mais bem conceituados da Universidade Estadual de Campinas são:

  • Ciência de Alimentos;
  • Ecologia;
  • Engenharia de Alimentos;
  • Engenharia Elétrica;
  • Engenharia Mecânica;
  • Engenharia Química;
  • Física;
  • Fisiopatologia Médica;
  • Genética;
  • Biologia Molecular;
  • História;
  • Linguística;
  • Matemática;
  • Química;
  • Odontologia.

No geral, mais de 40% dos cursos de mestrado e doutorado da Unicamp contam com nota 6 ou 7 no conceito Capes.

Quais as principais dicas para fazer Mestrado na Unicamp?

É claro que sendo um dos polos da pesquisa nacional, os programas de mestrado na Unicamp são bastante concorridos. Por isso, nós separamos algumas dicas importantes que vão lhe ajudar a conseguir a tão sonhada aprovação. Confira.

  • Tenha uma boa trajetória acadêmica

Para quem cursou a graduação na Unicamp, o processo pode ser mais simples, já que alguns professores do mestrado podem lhe conhecer (e até terem lhe orientado na iniciação científica).

Se esse não for o seu caso, é importante ter um currículo Lattes de destaque. Foque em salientar seus pontos fortes, como: programas de estágio, experiência profissional, publicações, artigos, seminários, resumos, congressos, iniciação científica, eventos científicos e outros itens.

  • Leia atentamente o edital e conheça o programa

A Unicamp oferece uma gama variada de programas de mestrado. Por isso, antes de tudo, faça uma boa pesquisa no site da instituição. Garanta que o programa escolhido está dentro da linha que você deseja pesquisar. Uma boa dica é ler atentamente o site do Instituto e também baixar teses de anos anteriores, vendo se o que os estudantes costumam pesquisar está de acordo com os seus objetivos e pré-projeto.

Depois de escolher o programa, fique de olho no edital e leia o documento atentamente. Preste atenção nas datas de inscrição e de provas, na bibliografia, na exigência de língua estrangeira (que pode ser 1 ou 2, dependendo da faculdade), nas orientações para o pré-projeto e em todos os demais detalhes. Lembre-se que o edital será o seu guia e se você não segui-lo à risca poderá ser desclassificado por um erro bobo.

  • Conheça outros estudantes

Essa é uma dica valiosa. Se você tiver como se deslocar para o campus onde o programa de mestrado é oferecido, tente conversar com outros alunos e saiba a opinião deles sobre o programa, como foi a prova de mestrado, quais os orientadores, as perguntas da entrevista e outras dicas.

Quem não estudou na universidade, pode se matricular alguns meses antes do processo seletivo como aluno ouvinte, principalmente dos professores que você deseja ter como orientador. Essa é uma ótima oportunidade para entender melhor a linha de pesquisa da instituição e também se apresentar à comunidade científica da Unicamp.

  • Entrevista

Para alguns professores, a entrevista é o ponto mais importante do processo seletivo. É essencial que o candidato se mostre seguro, preparado e, claro, que demonstre vontade em fazer um mestrado na Unicamp.

Em geral, eles farão perguntas para avaliar o seu grau de motivação e de disponibilidade para o curso, buscando saber se você tem um emprego, como se manterá durante o período do mestrado, porque deseja pesquisar sobre determinado assunto, a familiaridade com o tema e outros pontos.

  • Pré-Projeto

O pré-projeto também é uma etapa importante e pode desclassificar muita gente caso não seja seguido o que dita o edital. Por isso, atenção! Primeiro, tenha certeza de que o tema se enquadra na linha de pesquisa do curso. Depois, lembre-se de ter clareza na escrita, coerência e mostrar que você entende do assunto, pesquisando os principais autores para basear o seu estudo. Faça uma boa revisão ortográfica e das normas científicas.

  • Proficiência em língua estrangeira

Praticamente todos os cursos de mestrado na Unicamp pedem que o aluno tenha proficiência em língua estrangeira. Nos mestrados do IEL (Instituto de Estudos da Linguagem), dependendo do curso, poderá ser solicitada a proficiência em até 2 línguas.

Isso é importante porque você terá de ler e pesquisar autores estrangeiros. A prova não é das mais simples e exige que o aluno tenha boa capacidade de compreensão de textos e de escrita. Uma forma legal de treinar é tentar traduzir para a língua escolhida alguns artigos científicos.

Como me inscrever no Processo Seletivo de Mestrado da Unicamp?

A Unicamp não tem nenhum site que unifica todos os institutos e faculdades. Assim, a melhor maneira de se inscrever é acessar o site do instituto onde está o programa que você deseja e acompanhar o edital por lá. Lembrando que cada faculdade poderá ter um edital diferente, com datas e orientações específicas.

Você pode ver todos os cursos de pós-graduação oferecidos pela Unicamp neste site que oferece opções por instituto, faculdade e áreas de conhecimento. Em geral, o candidato precisará se cadastrar no site do DAC no período vigente de candidatura e separar uma série de documentos, que podem variar dependendo do programa de mestrado.

Os mais comuns solicitados são:

  • ficha de inscrição;
  • cópia do RG e CPF;
  • curriculum vitae;
  • histórico escolar do curso de maior nível;
  • proposta resumida do projeto de pesquisa;
  • curriculum lattes.

Os documentos podem ser entregues pessoalmente na sede da Faculdade escolhida ou via correios de acordo com as orientações específicas do edital.

Algumas faculdades também realizam provas adicionais com os candidatos. Na Faculdade de Administração, por exemplo, será preciso realizar o Teste Anpad composto por 5 provas (raciocínio lógico, raciocínio quantitativo, raciocínio analítico, português e inglês). Mas isso varia dependendo do departamento – e tudo está disposto no edital.

Bolsas de Mestrado

A Unicamp também oferece bolsas de mestrado para os alunos interessados e aprovados no programa. Para se candidatar, é preciso acessar o site específico e enviar uma série de documentos exigidos pela pró-reitoria. O valor, em 2019, para os estudantes de mestrado é de R$ 1350. Além dessa opção, o estudante que desejar também poderá tentar as bolsas CNPq e Fapesp.

A bolsa Fapesp, em 2019, varia entre R$2168 e R$2043. E a bolsa da CNPq é de R$1500.

Conclusão sobre o Mestrado na Unicamp

Depois dessas orientações, ficou mais fácil transformar em realidade o sonho de cursar um mestrado na Universidade Estadual de Campinas – Unicamp? Aproveite e compartilhe essas dicas nas suas redes sociais!

Scroll Up