Home » Mestrados » Mestrado em Psicologia: como ele pode ajudar a alavancar a sua carreira?

Mestrado em Psicologia: como ele pode ajudar a alavancar a sua carreira?

Hoje estima-se que existam mais de 150 mil formados em psicologia, mas, apesar deste dado, isso não significa que o mercado está saturado. Na verdade, os campos de atuação do psicólogo são bastante amplos, permitindo atuar junto à sociedade com os atendimentos clínicos, em hospitais, em escolas, em empresas e muito mais.

Independentemente da área escolhida, contudo, ter uma boa formação e especializações frequentes é indispensável, para poder competir com os demais psicólogos e ainda oferecer um atendimento cada vez mais especializado e dentro dos conceitos e das técnicas de abordagens mais modernos.

Entre estas capacitações, muitos profissionais se questionam se o mestrado em psicologia é uma boa escolha – e de que forma este investimento pode trazer benefícios reais as suas carreiras.

Você também compartilha desta dúvida? Então continue a leitura!

Como está o mercado da psicologia e quais são as áreas mais promissoras?

Mestrado em Psicologia

Como dissemos na introdução deste artigo, existem muitos psicólogos formados – e vários outros que se formam todos os anos. Apesar da alta competição, os ramos de atuação são inúmeros e a tendência é que cada vez mais a sociedade demande deste profissional, afinal somente crescem os números de pessoas que sofrem de ansiedade, depressão e outras doenças mentais.

Mas não é apenas a consulta clínica que absorve este tipo de profissional. O psicólogo tem estado em evidência em áreas distintas, como nas campanhas de marketing, no recrutamento e seleção e até em programas de coach específicos, visando o aconselhamento de carreira e de vida.

Veja algumas áreas promissoras para estes profissionais:

  • orientação profissional: o mercado de trabalho está cada vez mais acirrado e novas profissões surgem continuamente. Tudo isso faz com que muitos jovens e até pessoas que atuam há tempos em determinadas carreiras tenham dúvidas sobre suas vocações e queiram dar uma guinada em suas vidas profissionais. O psicólogo pode atuar auxiliando estas pessoas;
  • psicologia social: nesta área, o psicólogo atuará em asilos, penitenciárias, centros de atendimentos à crianças e adolescentes,entre outros, elaborando programas e pesquisas sobre a saúde mental da população;
  • psicologia clínica: é a área mais tradicional, porém que sempre tem demanda, principalmente com a crescente conscientização da população sobre a importância de se cuidar da sua saúde mental.

Outras áreas interessantes são a psicopedagogia, o setor de RH e até nas agências de marketing, buscando identificar os comportamentos do consumidor e a influência destes em relação às campanhas publicitárias.

Mestrado em psicologia: acadêmico ou profissional?

De acordo com uma pesquisa feita pelo Centro de Gestão e Estudos Estratégicos (GEE) a média salarial de um profissional com mestrado é de R$9719, enquanto dos trabalhadores apenas graduados, o salário é de R$2449.

Apesar da valorização profissional, é importante entender se o mestrado é realmente a pós-graduação mais indicada para o seu caso, afinal, este é um passo bem importante e que pode exigir a mobilização de grandes recursos.

É possível, hoje, realizar dois tipos de mestrados no Brasil: o mestrado profissional e o mestrado acadêmico. Este último é mais voltado para a formação de pesquisadores, ou seja, de pessoas que desejam continuar desenvolvendo a sua tese em um posterior doutorado e continuarem estudando o viés acadêmico de um problema de pesquisa.

Já o mestrado profissional é uma modalidade nova, aprovada pelo Capes (o órgão regulador dos programas de mestrado e doutorado no Brasil) apenas em 2009. Ele é indicado para aquelas pessoas que desejam aprofundarem seus estudos, mas não têm certeza se desejam se tornarem pesquisadores.

Justamente por isso, os programas costumam mesclar noções acadêmicas (já que você também terá de desenvolver uma tese de mestrado), com matérias mais práticas e voltadas ao mundo profissional.

Escolher entre o melhor dependerá muito do seu caso e das suas expectativas. Se você está pensando em seguir carreira pública, por exemplo, tanto o mestrado acadêmico, como o profissional são muito indicados, porque agregam pontos extras na maioria dos editais.

Já para quem deseja atuar em empresas ou outros tipos de instituições, o mestrado profissional pode ser mais indicado e até valorizado por estas áreas, afinal você terá um conhecimento específico sobre determinado assunto, mas sem perder os conteúdos importantes para o mundo empresarial.

Se você pretende se tornar professor universitário, tanto o mestrado acadêmico, como o profissional costumam ser reconhecidos para este fim. Porém, com o mestrado profissional você dificilmente conseguirá se tornar também pesquisador da instituição, por isso o acadêmico costuma ser mais indicado.

Como escolher corretamente o meu programa de mestrado em psicologia?

Mestrado em Psicologia

Antes de definir onde cursar o seu mestrado em psicologia, você precisa ter em mente que, tanto o acadêmico, como o profissional, podem exigir bastante do aluno. Assim, você deverá ter tempo disponível para frequentar as aulas e desenvolver a sua tese.

Além disso, é muito importante que você encontre um tema que deseja pesquisar, já que a maioria dos programas exige um pré-projeto para que o candidato possa participar da seleção.

Aliás, definir o escopo do que se planeja pesquisar é fundamental também para encontrar o programa certo. Afinal, cada universidade possui uma linha de pesquisa específica e se você se candidatar a um programa com um projeto que visa pesquisar um assunto diferente da linha teórica adotada pela instituição, dificilmente conseguirá ser aprovado.

Assim, o melhor é começar pesquisando quais universidades oferecem mestrado em psicologia, quais são suas linhas de pesquisa e também quem são os orientadores, identificando os tipos de publicações que eles têm e quais possuem mais afinidade com o que você deseja estudar.

Os melhores programas de mestrado em psicologia, de acordo com as notas do Capes são:

  • PUC Rio Grande do Sul;
  • Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN);
  • Universidade São Francisco (USF);
  • Universidade de São Paulo (USP);
  • Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS).

No site da Capes você pode conferir a nota dos programas de mestrado, sendo que os com nota 4 ou mais já são considerados excelentes. O importante é sempre buscar optar por aqueles programas com notas superiores a 3.

E, então, depois de ler este conteúdo, você acredita que o mestrado em psicologia é uma maneira interessante de alavancar a sua carreira?