Mestrado em Nutrição: saiba como ele pode influenciar na sua carreira!

A nutrição nunca esteve tão em alta, e com isso as possibilidades de atuação do nutricionista também estão mais amplas. Além do atendimento direto aos pacientes, o profissional ainda poderá trabalhar na área administrativa, elaborando cardápios e cuidando da parte nutricional dos funcionários de uma empresa, em clínicas e hospitais, na educação, ajudando crianças a comerem melhor, em clubes esportivos e muito mais.

Apesar disso, o campo da nutrição é bastante concorrido, com mais de 90 mil profissionais atuando em todo o país. Por isso, para conseguir se diferenciar, muitos apostam na pós-graduação. Entre essas opções está o mestrado em nutrição.

Mas, será que ele é uma boa forma de alavancar a sua carreira? Como funciona o mestrado em nutrição? Quais são os melhores programas? Saiba as respostas para essas dúvidas neste nosso conteúdo completo. Confira.

O mercado da Nutrição no Brasil

Mestrado em Nutrição

Mestrado em Nutrição

Como dissemos na introdução, existe uma vasta possibilidade de atuação para o nutricionista, muito além do consultório clínico, como restaurantes, empresas, navios, indústria alimentícia, clubes esportivos, hospitais, spas e inúmeros outros estabelecimentos que lidem com alimentos.Os salários podem variar muito, sendo que o piso para quem atua no comércio e na indústria é de R$2050 e em clínicas e hospitais de R$2130. Porém, essa é a média, e conforme o profissional vai se atualizando e se especializando esses valores podem subir.

Quem pensa em atuar na pesquisa e na educação, como professor universitário, por exemplo, a média salarial pode subir bastante. Sendo que, nas universidades públicas, por exemplo, o salário médio é de R$ 13 mil.

Nesse sentido, continuar estudando e se especializando é uma ótima maneira de alcançar salários mais altos. Para quem pensa em seguir carreira na educação e na pesquisa, o mestrado em nutrição é o mais indicado.

Para quem deseja seguir carreira pública, o mestrado também é uma ótima escolha, já que a titulação garante pontos extras na maioria dos editais, facilitando para que você consiga se classificar melhor e alcançar posições com salários mais altos e mais estabilidade.

Mestrado acadêmico ou mestrado profissional em nutrição: o que escolher?

Para quem pensa em fazer um mestrado em nutrição, existem duas opções: o mestrado acadêmico e o mestrado profissional. Entender as suas diferenças e diretrizes é fundamental para que você faça uma escolha acertada e que realmente influencie na sua carreira.

O mestrado acadêmico é o mais tradicional, e era o único existente e reconhecido até 2009. Ele é voltado para aqueles que desejam se tornarem pesquisadores, dando continuidade aos seus estudos em um programa de doutorado.

Já o mestrado profissional é uma nova possibilidade que surgiu justamente graças às necessidades do mercado e dos próprios estudantes. Hoje ele é mais indicado para aquelas pessoas que desejam se especializar, mas não têm muita vivência na academia e nem certeza se desejam continuar se especializando, com um doutorado.

Além disso, o mestrado profissional ainda mescla conteúdos estritamente acadêmicos, com outros mais práticos e focados nas necessidades do mercado, buscando formar um mestre que seja capaz tanto de atuar no ensino, como também em empresas, indústrias e no comércio.

Assim, escolher entre um ou outro dependerá, sobretudo, dos seus objetivos com o mestrado e também da sua experiência acadêmica.

Como funciona o mestrado em nutrição?

Independentemente de se optar pelo mestrado acadêmico ou pelo profissional, em ambos o estudante terá de se dedicar cerca de 2 anos ao estudo e, ao final desse período, deverá produzir e defender uma tese de mestrado para uma banca composta pelo seu professor orientador e por outros especialistas da área.

Em geral, os programas de mestrado são divididos em 1 ano de aulas sobre matérias importantes para a confecção da sua tese e 1 ano para que você consiga produzir a tese.

É possível encontrar tantos programas de mestrado em faculdades públicas, como privadas, sendo que a maioria exige uma avaliação para que você seja aprovado. Em geral, esse período de testes é composto por:

  • uma avaliação escrita sobre a bibliografia indicada pelo programa;
  • uma avaliação de proficiência em língua estrangeira;
  • análise do seu pré-projeto (indicando o que você deseja pesquisar, o cronograma e o professor orientador);
  • entrevistas e análise do seu currículo profissional e lattes.

Antes de optar por um mestrado em nutrição, saiba que esses programas são bastante exigentes e você terá de se dedicar bastante. Por isso, tenha certeza de que essa é a escolha certa para o seu momento profissional.

Uma opção bem interessante e muito buscada por vários estudantes são as bolsas de pesquisa oferecidas pela Fapesp e pela Capes. Os valores mensais variam entre R$1500 e R$2 mil e é preciso cumprir o regulamento específico, sendo que algumas estipulam que o estudante não poderá ter nenhum vínculo empregatício.

Como escolher o meu programa de Mestrado em Nutrição?

Mestrado em Nutrição

Mestrado em Nutrição

Se você está certo de que o mestrado em nutrição é o mais indicado para você, o melhor a fazer é começar a pensar sobre o tema e a área que deseja pesquisar. Isso porque os programas de mestrado variam de temáticas dependendo da universidade.

Algumas áreas que podem ser pesquisadas, por exemplo, são:

  • nutrição esportiva e metabolismo;
  • qualidade e inovação em alimentos;
  • nutrição em saúde pública;
  • saúde global e sustentabilidade;
  • epidemiologia;
  • saúde pública;
  • entre outros.

Além de definir o tema, você também poderá pesquisar pelos orientadores dos programas, analisando o currículo lattes de cada um deles e descobrindo àqueles que têm mais afinidade com o tema que você deseja pesquisar, aumentando as suas chances de ser aceito.

Outro ponto importante que você deverá prestar atenção é em relação às notas dos programas. Os mestrados e doutorados no Brasil são regulamentados pelo Capes e no site da instituição você consegue filtrar os programas por nota. Os que têm nota acima de 5 são considerados excelentes e o ideal é optar por aqueles que tenham, no mínimo, nota 3.

Os programas mais bem classificados são oferecidos pelas seguintes universidades:

  • Universidade Federal de Pernambuco (UFPE);
  • Universidade de São Paulo (USP);
  • Universidade Federal de Viçosa (UFV);
  • Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ).

Conclusão sobre o Mestrado em Nutrição

Como você viu, decidir entre fazer ou não um mestrado em nutrição depende de muitos fatores e é preciso cuidado na hora de escolher o programa mais adequado. Você gostou deste conteúdo? Ainda tem alguma dúvida? Aproveite e deixe um comentário pra gente!

Scroll Up