Home » Ciências Exatas e da Terra » Mestrado em Arquitetura: tire suas dúvidas sobre esse assunto!

Mestrado em Arquitetura: tire suas dúvidas sobre esse assunto!

A arquitetura já é considerada uma das áreas consagradas do conhecimento, porém, apesar disso o mercado vem se modificando. Hoje, a maioria dos profissionais é de mulheres (61% contra apenas 39% de homens), e também existe uma procura maior pelas pós-graduações.

Contudo, o número de mestres e doutores ainda é baixo (6,8% e 1,25%, respectivamente) – o que fortalece o interesse do mercado por esses profissionais, fazendo com que os salários sejam mais altos, bem como as oportunidades de emprego.

Se você está pensando em fazer um mestrado em arquitetura, continue a leitura deste artigo e saiba tudo sobre o assunto.

Como está o mercado de arquitetura no Brasil?

Mestrado em Arquitetura

Como está o mercado de arquitetura no Brasil? | Mestrado Profissional

Com a estrutura cada vez mais complexa das nossas cidades, a presença do arquiteto na nossa sociedade se torna fundamental, sendo essa uma área sempre aquecida.

A graduação em arquitetura, contudo, possui um caráter bem generalista, o que permite que o profissional atue em vários ramos, como no acompanhamento de obras, na execução de projetos, em urbanismo e paisagismo, entre outras funções.

Justamente por isso, a busca pelas especializações tem crescido, com destaque especial as áreas que trabalham com a arquitetura das cidades, buscando trazer mais qualidade de vida e bem estar as pessoas, garantindo um crescimento mais organizado do espaço urbano.

Com um mercado cada vez mais concorrido, buscar a capacitação constante é cada vez mais importante para quem deseja se destacar e, entre essas possibilidades, está o mestrado em arquitetura que, como dissemos na introdução, ainda é uma opção de poucos arquitetos.

Quem pensa que o mestre em arquitetura apenas poderá lecionar após a titulação está muito enganado, afinal, hoje, muitas empresas dão preferência a profissionais mestres e doutores, por entenderem que esses possuem muito mais conhecimento e capacidade para lidarem com questões técnicas específicas.

Além disso, o mestrado também é uma forma interessante de especialização para quem pretende ingressar em uma carreira pública, por exemplo, já que o mestrado garante pontos extras em vários editais, ou ainda se tornar um pesquisador.

Como funciona um mestrado em arquitetura?

A maioria dos programas de mestrado em arquitetura no Brasil possui duração de 2 anos, sendo que no primeiro, o aluno poderá optar pelas disciplinas que deseja cursar (e que ajudarão na hora de realizar a sua tese) e no segundo ano ele se dedicará exclusivamente a produção da tese.

Dentro desse período, o aluno deverá ser aprovado nas disciplinas em que ele está inscrito, por exemplo, realizando provas e trabalhos, como artigos científicos sobre os temas pesquisados.

Após esse período, com a tese finalizada, vem a fase de qualificação e defesa, quando o estudante apresentará o resultado final da sua pesquisa a uma banca composta pelo professor orientador e por outros pesquisadores de renome da área estudada, defendendo a sua pesquisa e mostrando a relevância da mesma.

Para ter sucesso, é fundamental que o futuro estudante se atente a alguns pontos importantes, como a escolha correta do tema que deseja pesquisar (garantindo afinidade com a questão e relevância da mesma), a escolha adequada do orientador e também tempo e disposição para se dedicar ao mestrado, que costuma ser bastante exigente.

Mestrado acadêmico ou mestrado profissional em arquitetura: quais as diferenças?

Há alguns anos, os brasileiros que desejam realizar um mestrado possuem mais uma opção: o mestrado profissional. Como esse ainda é um programa recente, é normal que muitas pessoas tenham dúvidas sobre como ele funciona e para quem é indicado.

O principal objetivo dos mestrados profissionais é agregar um nível maior de produtividade e de competitividade às empresas e organizações, sejam elas públicas ou privadas.

Assim, os programas de mestrado profissional possuem como característica o fato de não serem totalmente voltados à formação de pesquisadores e também por aceitarem candidatos que não possuem tanta familiaridade com a academia.

Além disso, essa modalidade de mestrado precisa articular conhecimentos acadêmicos com práticos profissionais, garantindo atualização, domínio de metodologia pertinente e aplicação orientada para o campo de atuação escolhido.

O ideal é que a tese final de mestrado esteja sempre articulada com um problema real da atuação profissional, podendo ser apresentado em formatos diferenciados que não apenas a pesquisa propriamente dita.

Assim, para quem não pretende se tornar pesquisador, o mestrado profissional é uma ótima escolha e que tem tido alta aceitabilidade no mercado, justamente pelo seu caráter mais prático e também pela atualização curricular. Contudo, se você deseja seguir carreira na área de pesquisa, como engatando um doutorado logo em seguida, o mestrado acadêmico ainda continua sendo uma ótima possibilidade.

De qualquer forma, ambos os cursos têm duração de 2 anos e formam profissionais com o título de mestre, permitindo que lecionem em nível superior e realizem atividade que exijam esse grau de titulação.

Será que um mestrado em arquitetura é o ideal para mim?

Além do mestrado, existem várias outras possibilidades de pós-graduação, que lhe darão o título de especialista em determinado assunto ou técnica. Definir se essas especializações ou se o mestrado é o mais indicado para o seu caso dependerá muito:

  • dos seus objetivos profissionais com a titulação;
  • do quanto essa titulação poderá lhe trazer de retorno financeiro ou até pessoal;
  • do tempo que você dispõe para os estudos (lembrando que o mestrado costuma ser muito mais exigente e se você quiser pleitear bolsa de pesquisa, por exemplo, muitas vezes terá de ter dedicação exclusiva ao curso);
  • do quanto de dinheiro você pode investir (os programas de mestrado privado podem ter um investimento bem mais alto do que as pós-graduações);
  • da sua afinidade com o tema pesquisado e com o desenvolvimento de pesquisas e da vida acadêmica.

Onde fazer o meu mestrado em arquitetura?

Mestrado em Arquitetura

Onde fazer o meu mestrado em arquitetura? | Mestrado Profissional

O primeiro passo para escolher o seu programa de mestrado é pensar no tema e na área que você deseja estudar. Isso porque as universidades possuem linhas de pesquisa específicas e somente costumam aceitar projetos que estejam em sintonia com essas áreas.
Em seguida, a recomendação é que você acesse o site do Capes (o órgão regulador dos mestrados e doutorados no país) e analise a nota do programa em questão. As notas podem variar de 0 a 7, sendo que os programas com notas acima de 5 são considerados excelentes. O ideal é que você opte por aqueles com, no mínimo, nota 3.
Os melhores programas de mestrado em arquitetura são oferecidos pelas seguintes universidades:

  • Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ);
  • Universidade Presbiteriana Mackenzie (UPM);
  • Universidade de São Paulo (USP);
  • PUC- Campinas;
  • Universidade Estadual de Campinas (Unicamp);
  • Universidade Federal da Bahia (UFBA);
  • Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG);
  • Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS).

E, então, depois de ler este conteúdo, você está certo que o mestrado em arquitetura é o ideal para você? Se ainda ficou alguma dúvida, deixe um comentário pra gente!